Operário empata no arranque do campeonato

A equipa do Clube Operário Desportivo empatou, este domingo, dia 20 de agosto, a duas bolas, na receção ao Armacenenses. O encontro refere-se à primeira jornada do Campeonato de Portugal Prio, Serié E, onde a equipa da Lagoa mostrou estar ainda em construção, fruto, naturalmente, do arranque tardio dos trabalhos de preparação.

Na estreia na edição 2017/18, os fabris não conseguiram ir além de um empate caseiro, apesar de ter sido a primeira equipa a marcar e ter mostrado controle do jogo nos primeiros momentos da partida.

O Operário esteve a ganhar por 1-0 mas viu-se a perder por 1-2. Gonçalo Reyes abriu o ativo na Lagoa, ainda na primeira parte, enquanto no segundo tempo os visitantes acabariam por dar a volta ao resultado, altura em que o Operário já jogava com 10 elementos, fruto da expulsão do guarda-redes João Botelho, por acumulação de amarelos. Os fabris iriam conseguir empatar o encontro mesmo na reta final do jogo, através de João Jaques.

Após esta primeira jornada, o Operário está a meio da tabela, no oitavo lugar, com um ponto.

Nesta Série E marca presença também a equipa do Ideal que, nesta primeira jornada, foi derrotado pela margem mínima, em casa do Estrela Vendas Nova .

DL/ fotos (c) Henrique Barreira

Share

Operário joga fora na primeira eliminatória da Taça de Portugal Pacard

A primeira eliminatória da Taça de Portugal Placard, em futebol, da época 2017/18, arranca já no próximo dia 3 de setembro. Os 120 clubes participantes nesta ronda da prova rainha ficaram a conhecer, esta quarta-feira, os seus adversários.

O sorteio do calendário de jogos desta primeira eliminatóia ditou que a equipa do Clube Operário Desportivo ir´jogar fora de portas, mais concretamente na Charneca da Caparica.

Nesta fase da prova estarão envolvidos 120 clubes – 70 do Campeonato de Portugal e 41 dos campenatos distritais, assim como os vencedores das taças distritais e os segundos classificados dos Campeonatos Distritais convidados (de acordo com o Art.º 9.º do regulamento da Taça de Portugal Placard).

Os clubes da Ledman Liga Pro integram a prova na segunda ronda. Os clubes da Liga NOS entram na Taça de Portugal Placard à terceira jornada. Participam na prova um total de 153 clubes.

Nesta primeira eliminatória as equipas açorianas estão integradas na Série G. Eis o resultado final do sorteio.

Série A
Juventude Pedras Salgadas ACDR – CDC Montalegre
AD Esposende (distrital) – GD União Torcatense
Merelinense FC – CD Cerveira (distrital)
Águia FC (Vimioso) (distrital) – Desportivo Monção (distrital)
Prozis/Vilaverdense FC – GD Bragança
Atlético Arcos AD (distrital) – CCD Minas Argozelo
SC Maria da Fonte (distrital) – SC Mirandela

Série B
FC Pedras Rubras – AD Camacha
CD Trofense – Arões SC
GD Sendim (distrital) – AD Oliveirense
FC Felgueiras 1932 – AD Machico (distrital)
CSD Câmara Lobos – SC Freamunde
FC Vizela – Mondinense FC
AD Fafe – Amarante FC
AR São Martinho – SC Vila Real (distrital)

Série C
CD Cinfães – SC Salgueiros 08
GD Resende (distrital) – SC Lamego (distrital)
UD Sousense – União SC Paredes (distrital)
CF Canelas 2010 – CF União Lamas (distrital)
SC Coimbrões – SC Rio Tinto (distrital)
SC Régua (distrital) – Gondomar SC
SC Espinho – Aliança FC Gandra

Série D
UD Tocha (distrital) – SC Esmoriz (distrital)
AD Sanjoanense – SC Sabugal (distrital)
Anadia FC – RD Águeda
Lusitano FC Vildemoinhos – AD Fornos Algodres
GC Figueirense (distrital) – Mortágua FC
CR Ferreira de Aves – FC Cesarense
AD Nogueirense – GD Gafanha

Série E
CD Fátima – AD Mação (distrital)
AC Alcanenense – ARC Oleiros
Clube Condeixa (distrital) – SC Pombal (distrital)
Sertanense FC – AC Marinhense
CA Riachense (distrital) – Clube União Idanhense (distrital)
Sport Benfica Castelo Branco – SC Leiria Marrazes (distrital)
CD Alcains (distrital) – GD Águias Moradal
União Desportiva Leiria – GD Sourense

Série F
SC Lourinhanense (distrital) – Caldas SC
FC Mosteirense (distrital) – Eléctrico FC
SC União Torreense – GS Loures
SG Sacavenense – SU 1.º Dezembro
UD Vilafranquense – CD Mafra
FC Crato (distrital) – SU Sintrense
Clube Atlético Pêro Pinheiro – GD Coruchense

Série G
CD Rabo Peixe (distrital) – SC Ideal
SC Praiense – FC Vale Formoso (Ponta Delgada) (distrital)
UD Alta Lisboa (distrital) – FC Flamengos (distrital)
Charneca Caparica FC (distrital) – Clube Operário Desportivo
Casa Pia AC – CD Pinhalnovense
Vitória FC (Horta) (distrital) – Amora FC (distrital)
CO Montijo – SC Lusitânia
GD Recreativo Canaviais (distrital) – SC Guadalupe

Série H
SC Farense – Estrela FC
FC Ferreiras (distrital) – Moura AC
Lusitana GC (distrital) – CF Vasco Gama (Beja)
CD Almodôvar (distrital) – Quarteirense Futebol SAD (distrital)
SC Olhanense – SR Almancilense
Louletano DC – FC Castrense
CF Os Armacenenses – Lusitano GC Moncarapachense
Clube Oriental Lisboa – Lusitano FC (VRSA)

DL/FPF

Share

Operário joga em casa no arranque do campeonato a 20 de agosto

Esta segunda-feira, dia 24 de julho, ficou-se a conhecer o calendário dos jogos do Campeonato de Portugal Prio, para a época 2017/2018.

A equipa do Operário irá disputar a Serie E, tendo como adversários: Armacenenses, Louletano, Olímpico Montijo, Olhanense, Almancilense, Moura, Farense, Moncarapachense, Castrense, Casa Pia, Lusitano VRSA, Pinhalnovense, Oriental, Estrela Vendas Novas e Ideal.

A primeira jornada está agendada para o dia 20 de agosto, sendo que a equipa da Lagoa irá jogar em casa, recebendo, para o efeito, o Armacenenses.

Quanto ao Ieeal, a outra equipa micaelense nesta série, irá deslocar-se ao terreno do Estrela Vendas Novas.

Refira-se que as equipas do Campeonato de Portugal Prio estão divididas por cinco séries, sendo que as restantes equipas açorianas, em prova, estão na Série D, no caso, Praiense, Lusitânia e Guadalupe.

O estreante Guadalupe joga em casa do 1º Dezembro, o Lusitânia recebe o Sacavenense e o Praiense recebe o Alcanenense.

DL

Share

Operário deu início à nova época

A equipa principal do Clube Operário Desportivo deu início aos trabalhos, para a presente época, esta segunda-feira, dia 24 de julho.

O Operário, nos últimos cinco anos, tem feito uma redução nos orçamentos disponíveis para elaboração dos planteis. Foram anos em que o clube atingiu sempre o objetivo, graças a todos, equipas técnicas, jogadores e direção. Segundo o treinador da equipa sénior, este ano, o orçamento será ainda mais reduzido do que no ano transato, até contrariando os resultados alcançados.

Dados recentes dão conta que o Operário foi a terceira melhor equipa a nível nacional a competir nesta divisão, nos últimos cinco anos. André Branquinho entende que este é um feito histórico para o clube e quer dar continuidade a esse trabalho que tem sido feito nos últimos anos.

Este ano os fabris apresentam-se com uma equipa novamente renovada e com muitas caras novas. “São jovens jogadores, muitos desconhecidos do grande público, mas como treinador, adoro desafios difíceis, não pela qualidade dos jogadores, mas porque são jogadores que vêm de divisões inferiores, que não estão habituados ao modelos de treino e jogo do Operário, e será necessário algum tempo para que estes consigam perceber a nossa metodologia de treino e de jogo”, adianta.

André Branquinho reconhece que, numa fase inicial, não será fácil, mas acredita que no final da época os objetivos serão atingidos, como tem acontecido nos últimos anos.

Em entrevista ao Jornal Diário da lagoa, o treinador fabril adianta que cada clube faz a sua história, admitindo mesmo que, com os reforços que o COD faz, atinge os seus objetivos, e isso é o mais importante, e na Lagoa, existe satisfação pelos feitos alcançados, até tendo em conta os orçamentos disponíveis que são inferiores aos outros clubes da região, a competir no mesmo escalão. “O Operário tem a ousadia e confiança no seu trabalho para apostar em jogadores desconhecidos, caso de Leleco, Stebh, Cristiano, jogadores que agora estão num outro patamar, e esta é a fórmula do Operário, criar de raiz a equipa e catapultar os jogadores”, refere.

Esta segunda feria, dia 24 de julho, arrancaram os treinos na Lagoa, tendo o técnico, para já, um plantel de 17 jogadores disponíveis, estando a aguardar a contratação de pelo menos mais três.

Na Lagoa estão confirmados os guarda-redes João Botelho e Hugo Viveiros. Como defesa direito Ariano (ex Oliveira do Hospital). Os centrais Paulo Renato, Weldon e Romário (Ex Oliveira Hospital). Os defesas esquerdos são Hugo Simões e Jorginho,

Como médios mantém-se Ruizinho, Dani, Gonçalo Reis e João Brum. Contando o Operário com o reforço de Valentine (ex Felgueiras).

Como extremos André Branquinho conta com Lelé (ex Oleiros), Patrício e Caloura, podendo, entretanto, chegar mais um reforço para este setor. Aguarda-se ainda a chegada de pelo menos mais dois avançados para a Lagoa.

A equipa técnica mantém-se a mesma da época passada, André Branquinho como treinador principal, Nelo como adjunto e Hélder Neto como treinador dos guarda-redes.

De referir que o primeiro jogo oficial do Operário está agendado para o dia 20 de agosto, na primeira jornada do campeonato, cujo sorteio acontece esta segunda-feira.

Share

Operário empata no último jogo em casa para o campeonato

A equipa do Operário empatou a uma bola, no encontro deste domingo, frente ao Real. A partida foi da 13ª e penúltima jornada da zona sul, do grupo de subida, do Campeonato de Portugal Prio.

Os fabris pretendiam fechar a época em casa com uma vitória perante os seus sócios e simpatizantes, mas acabaram por empatar a uma bola na receção ao Real.

Fábio Gomes marcou o golo do Operário, dando vantagem à equipa da casa, que deu nota positiva do esforço para conseguir os três pontos.

Com mais este empate, os fabris somam nove pontos, e ocupam o último lugar da tabela classificativa.

Na próxima jornada, a última da prova, o Operário desloca-se ao terreno do Torreense.

 

Share